sábado, 5 de junho de 2010

Ateísmo religioso

Ateísmo religioso - II

Paradoxal?
Não obstante pareça ser um jibóico paradoxo falar em ateísmo como fenômeno religioso, essa aparente contradição se desfaz rapidamente quando constatamos que um novo tipo de ateísmo, da mesma forma que algumas religiões, transformou-se numa verdadeira seita.

O ateísmo clássico, ou seja, o ateísmo como simples opção filosófica, cedeu espaço para uma nova vertente ateísta, muito bem tipificada na pessoa do zoólogo inglês Richard Dawkins. Trata-se de um tipo de ateísmo militante e combatente, que faz uso das mesmas armas e estratégias de determinadas seitas, dentre as quais, a manipulação ideológica e o forte apelo emocional.

São as principais características do novo ateísmo religioso:

1 –
Forte aversão a Bíblia:
São capazes de perder noites inteiras em busca daquilo que consideram “contradições da Bíblia”. Fazem abundante uso dos trechos bíblicos os quais discorrem acerca da “ira e furor de Deus”; enfatizam exageradamente as passagens bíblicas as quais se chocam com aquilo que diz a ciência; ignoram a beleza poética de muitos livros bíblicos, como "Cânticos dos Cânticos" e se utilizam com frequencia de termos torpes quando se referem ao livro dos cristãos.

2 – Forte aversão à religião:
Acreditam que todo o mal existente na humanidade seja fruto das práticas religiosas, apesar de seguirem paradoxalmente pelo mesmo caminho. São incapazes de verem coisas boas na religião. Deleitam-se com os escândalos religiosos, utilizando-os como arma contra a própria religião. São intolerantes e imaturos culturalmente, uma vez que não conseguem encontrar um só benefício advindo da religião. Acreditam que eventos como os atentados suicidas são essencialmente frutos do fervor religioso, em vez de reações contra a opressão política e social. Para esses ateus religiosos, religião e ciência estão travando um duelo de vida e morte, no qual a ciência um dia triunfará como num “apocalipse”.

3 –
Forte apego a Richard Dawkins:
Embora haja muitas exceções, os novos ateus religiosos mantêm um vínculo afetivo muito forte com esse ideólogo, vendo nele uma espécie de messias que, finalmente, veio destruir a "maléfica religião". Dawkins de algum modo lembra o messianismo português às avessas, uma versão irônica de dom Sebastião à inglesa. É o líder carismático, o qual motiva e enche o brio dos novos ateus, conclamando a manifestarem seu ateísmo como a expressão plena da verdadeira liberdade. Aos poucos seu livro “Deus, um Delírio” torna-se numa espécie de “bíblia atéia”, com direito a maldições, “profecias” e os famigerados “memes”, que são os dogmas.

4 -
O darwinismo como fenômeno ateísta:
Os ateus religiosos normalmente confundem o darwinismo como um fenômeno tipicamente ateísta. É por isso que a maioria deles não consegue manter uma postura amigável com os chamados evolucionistas teístas, esses da linha de Francis Collins. Dawkins, ao tratar desta vertente darwinista, afirmou numa entrevista à revista Veja: "Pessoalmente não consigo entender suas razões. Talvez seja um tipo de mente repartida: eles mantêm suas crenças religiosas em um nicho, e a ciência em outro. Sinceramente tenho dificuldade em simpatizar com esse tipo de coisa". Outro aspecto, é que geralmente tais ateus confundem darwinismo (e conseqüentemente o ateísmo) com excelência científica. Dramático! ((rs))

Haveria ainda outras características, mas essas resume muito bem este novo fenômeno religioso denominado
ateísmo religioso.

E que me desculpe esses ateístas, mas o ateísmo não é fundamental.

É isso!


48 comentários:

Valdecy Alves disse...

Olá!

A humanidade ao longo de toda a sua história tem projetado sociedades ideais, lugares ideais, sempre na busca da FELICIDADE TOTAL. As grandes utopias são uma prova disso ...... MAS UMA PERGUNTA SE FAZ NECESSÁRIA: é possível haver um mundo ideal, sem antes as pessoas serem pessoas ideais. Leia artigo sobre como seria a pessoa ideal formulada por Aristóteles e Nietzsche e verifique até que ponto vc se encaixa nas descrições. Leia, comente e divulgue. Matéria no blog:
www.valdecyalves.blogspot.com


Acesse documentário da minha autoria no Youtube sobre os mais variados tipos de violência, com apoio da Comissão de Direitos Humanos da OAB. Clicar em:

http://www.youtube.com/watch?v=V5N-oxyQ0Og

Se gostar da parte 1, veja as demais partes.

Valdecy Alves disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Emiliano Magno disse...

Olá, antes de começar a me expressar pesso que me perdoem os leitores, pois sei q averam muitos erros de digitação,isso é muito bem explicado pelo simples fato de mim estar nesse exato momento muito emocionado por encontrar na net seres humanos com grandes capacidades mentais: os novos ateus ou simplesmente o new-ateu... Creio q somos os futuros revolucionário da futura idade new-conteporanea...
Sabem o porque que humildemente afirmo isso?
A presente humanidade esta se afastando das suas ''crenças-raizes''... o protestanismo esta se fraguimentando cada veis mais com o passar dos anos(nascem novas igrejas com outras ideias, dentro de outras igrejas), e o protestanismo esta enfraquecendo a toda emogenía catolica... e por ai vai...
o problema é o islamismo! Essa religião q é a principal causadora dos atentados contra a vida e liberdade de espreção.
E essa religião é a que mais cresce no mundo ocidental em tempos presentes na nossa velha europa. Por encrivel sorte de nos ateus existe a conservadora e sentralizada igreja catolica, que esta nesse exato momento lutando contra o rapido crescimento islã.
O bom, é que com essa luta entre essas duas grandes potencias religiosas é, obviamente, o enfraquecimento dessas duas religiões na europa! Com isso vai e esta nascendo novos ateus...
E tambem novas igrejas protestantes,infelismente.
Só que eu quero tambem faser enfase numa coisa. São nos países mais desinvovidos q tem o maior numero de descrentes em seres sobrenaturais: Os grandes intelectuais ateus!
E como ja é sabio saber, muitos países são emergentes, países com grandes demografias... Países com grande numeros de ateus, inevitavelmente no futuro!
É por esse e outros motivos q afirmei e continuarei a afirmar com toda serteza q o futura pertence aos ateus!
EXISTE O contínuo DESENVOVIMENTO MENTAL E PSICOLOGICO NOS SERES HUMANOS, NÃO TARDARA Q OS HOMENS E MULHERES DO FUTURO PRESENTE ENCONTRARÃO A VERDADE! DEUS NÃO EXISTE.
Obrigado

master atheist disse...

ateismo num fundamental, nice
ateismus consequentes....

master atheist disse...

muy bueño

Tell me what we’re fighting for—
I don’t remember anymore,
only temporary reprieve

And the world might cease
if we fail to tame the beast
from the faith that you release
comes an atheist peace.

Atheist peace.

Political forces rent
bitter cold winds of discontent
and the modern age emerged triumphantly.
But now it seems we've stalled
And it’s time to de-evolve
and relive the dark chapters of history

Tell me what we’re fighting for—
No progress ever came from war,
only a false sense of increase

and the world won’t wait
for the truth upon a plate
but we’re ready now to feast on an atheist peace.

Atheist peace

master atheist disse...

magnificat
ocê´tem uma liberdade menthal muy great

Embora haja muitas exceções, os novos ateus religiosos mantêm um vínculo afetivo muito forte com esse ideólogo, vendo nele uma espécie de messias que, finalmente, veio destruir a "maléfica religião". Dawkins de algum modo lembra o messianismo português às avessas, uma versão irônica de dom Sebastião à inglesa. É o líder carismático, o qual motiva e enche o brio dos novos ateus, conclamando a manifestarem seu ateísmo como a expressão plena da verdadeira liberdade. Aos poucos seu livro “Deus, um Delírio” torna-se numa espécie de “bíblia atéia”, com direito a maldições, “profecias” e os famigerados “memes”, que são os dogmas.

tst oproprio disse...

é isso...
tão simples...
infelizmente, poucos têm essa clareza de visão.
esgrimem argumentos a favor do seu deus, marx ou dawkins, sem prestarem atenção `à falta de razão de muitos dos argumentos.

Ian disse...

Emiliano, se for pra falar besteira é melhor ficar feliz na sua.

Seu blog é muito bom, já estou seguindo!

Mas, se a religião usa a falta de razão a favor dela, por que não podemos, nós ateus, usar a falta de razão a nosso favor?

Yuri disse...

Post bacana, fico feliz em encontrar na net quem tenha opinião como a sua, de um verdadeiro ateu.

Naziaseno disse...

Aborto um pouco sobre eles em www.vozesdareforma.blogspot.com Confira!

Renato Moss disse...

Muito bom seu blog, suas postagens são muito interessantes e ajudam a clarear as idéias e preconceitos que que supostamente temos a respeito do assunto, parabéns!

D'André disse...

Não diria que essencialmente por estes pontos que você citou, mas, acredito que o ateísmo religioso exista por outro motivo, com outra base..

Farei um texto no meu blog sobre o assunto.

Mas, parabéns pela crítica. Sou ateu, e antigamente eu me encaixava neste tipo de ateísmo citado em seu texto. Parei com isso faz tempo.

Naziaseno disse...

Cara, vc precisa visitar o meu blog e ler: "Ateísmo! A Conspiração Macabra". faça isso. Valeu!

Luiz Fernando Zadra disse...

A parte II deste artigo consegue ser mais capciosa e ignorante que a primeira. Supondo que o artigo esteja correto, e o ateísmo seja mesmo uma religião, o autor não possui inteligência suficiente para se dar conta que seu ataque é um tiro no próprio pé. Se o ateísmo é uma "ideologia" indesejável e maléfica por possuir as características do pensamento religioso, então a fatal conclusão é de que a religião é, por definição dada pelo próprio autor, nefasta. Ora, essa é exatamente a posição dos ateus. Resta ao autor ou deixar sua religião, visto que já chegou à conclusão de que tal modo de pensamento é alheio às mentes sadias, ou então ao menos evitar o ridículo, não prosseguindo com sua linha de raciocínio de que ateísmo é uma religião, portanto é algo estúpido ou maligno em sua essência.

ODEUSATEUinFeriahs disse...

para quê alterar...
filosofia ateísta está perfeito
e se o post é o final
não poderia ter sido
escolhido melhor

Barba Rija disse...

O darwinismo como fenômeno ateísta:
Os ateus religiosos normalmente confundem o darwinismo como um fenômeno tipicamente ateísta.


É bem sabido que um crente religioso digno desse nome não pode ser um evolucionista. É um criacionista, mesmo que aceite uma história de criação em 4.5 mil milhões de anos. Não aceita é que essa história não tenha o dedinho divino. O que é uma postura anti-científica.

O post é uma junção de preconceitos religiosos sobre o ateu e reinforça caricaturas que pouco têm a ver com a realidade. Poucos ateus, por exemplo, são "adoradores" de Dawkins. Enfim, fiquem lá com as vossas caricaturas se isso vos faz felizes. E a vossa religião já agora.

União de Ateus 2+2 disse...

Entrem nesse Blog e veja a minha opinião a respeito desse assunto:
http://uniaodeateus2mais2.blogspot.com/

Julita disse...

Olá Adriano... sou moderadora da comunidade do orkut "Ateus em Curitiba" e preciso muito conversar contigo. Não achei nenhum e-mail seu. Pode entrar em contato comigo? anajulita@hotmail.com
Obrigada.

Gil disse...

Ser Ateu significa simplesmente ter consciência de que não existem deuses, demonios, espiritos, etc e etc. Significa conhecer que somos frutos da evolução das espécies, que estamos estudando e começando a entender o funcionamento desta máquina fantástica e super-ultracomplexa (resultado da evolução através de milhões de anos) chamada cérebro. Dawkins e outros autores são pensadores lúcidos e racionais. Ser Ateu é apenas o início de uma vida mais leve e inteligente. E tem o bônus de voce parar de se humilhar frente a pastores, padres e politicos que só querem a sua servidão e o seu dinheiro.

Alessandro R P disse...

"Trata-se de um tipo de ateísmo militante e combatente, que faz uso das mesmas armas e estratégias de determinadas seitas, dentre as quais, a manipulação ideológica e o forte apelo emocional."
É possível saber tem a verdade ao seu lado? Isso sim é um paradoxo.

Wolf Edler disse...

Excelente Blog. Concordo com sua visão do ateísmo como postura filosófica e não religiosa. Visite meus blogs:
www.ruckert.pro.br/blog
www.wolfedler.blogspot.com
www.formspring.com/wolfedler

André disse...

Unica coisa que eu vejo é comentarios ateus de baixo intelecto,não estou aqui pra criticar mais dizer que ser ateu é o futuro??????????
como assim????????????????
isso não é bem verdade,se analizarem bem ainda existem e sempre vao existir religiões que acreditam em Deus ou Deus,não se póde afirma que não existe Deus ou Deuses pode????????????????????
voces acham que um ser humano consegue ficar mais de um ano sem se alimentar???????????????
segundo a ciência isso é humana mente impossivel.concordam?????
no entanto existe um homem na india que esta a mais de 40 anos sem se alimentar,a ciência não consegue explicar como ele conseguioi ficar tanto tempo sem comer,e nunca vai saber ja que não pode reproduzier isso concordam??????entao dizer que um ser humano não pode ficar tanto tempo sem se alimentar,e no entanto existi um homem que está a mais de 40 anos sem comer não torna isso uma contradiçao?????????
seja como for não quero atribuir esse fato a nada divino,so que ciência não explica tudo e vocês concordam eu sei!intão fechar os olhos e dizer eu não ligo ciência vai provar tudo isso é dizer besteira e é tipico de um ateu,entao como podem afirma que Deus não existe????com certeza vocês sao religiosos ah
so pra saberem sou agnostico

Marco Tierno disse...

É difícil encontrar num mesmo lugar tantas opiniões idiotas juntas. Mas o que fazer??? Basta um idiota se pronunciar, que os iguais se manifestam com total liberdade.

nengo disse...

Com ou sem religiao sempre vai haver fanatismo e guerras.As diferenças sociais e os preconceitos sempre existiram com ou sem religiao.Os ateus sao pessoas inteligentes e nao querem cometer o mesmo erro dos falsos profetas e maus lideres religiosos,oque os ateus querem e´apenas o direito democratico de livre expressao em conformidade com o direito de livre arbitrio que os religiosos pregam!
Oque os ateus deseja e´apenas o direito de ser ateus.Oque os religiosos querem e´ apenas o direito de ser religiosos e viver conforme seus dogmas e preceitos.Nos nao aceitamos somente os radicais,os extremistas,sejam religiosos,ateistas,torcedores desumanos e fanaticos,politicos radicais e terroristas.Para min existe um deus mas ELE nao e´ da maneira que me ensinarao.ELE nao e´ tao bom ou tao mau,nem tao perfeito como desejamos,por isso tudo na natureza (inclusive nos)nao e´tao perfeito.Tinhamos que por a culpa em alguem por tanto morticinio ma passagem de furacoes,tsunamis e terremotos,alem de doenças incuraveis,malformaçoes congenitas,pestes e pandemias,entao inventamos o diabo.Para min o diabo nao existe,nosso planeta esta vivo e dinamico com suas placas tectonicas e miriades de vulcoes,ainda assim os povos insistem em viver perto dessas falhas de atrito tectonicos,outros perto de encostas de deslizamentos,tudo isso poderia ser evitado.Mas as doenças congenitas e as pandemias?
Ja perceberam que tudo que e´ vivo animal e vegetal pode adquirir doenças?
A natureza nao e´ perfeita como
foi nos ensinado e deus tambem nao,mas a grosso modo e´ funcional.Nao existe um deus pessoal,pois o proposito de deus e´ a raça humana e nao individuos.Existe um deus cosmico,uma energia inteligente que cria a ordem no caos e o caos na ordem do universo,e´ciclo eterno de vida e morte.Onde nada e´destruido e sim transformado.Lembre-se da dinamica das celulas de nossos corpos!

Sérgio Sodré disse...

O Ateísmo Religioso não tem nada a ver com as ideias aqui expressas. O ateu religioso, ao contrário do ateu não religioso, recusa declarar que Deus não passa de nada, pelo contrário afirma que Deus é tudo. O ateu religioso maravilha-se perante o universo e a vida e sente o fenómeno religioso e espiritual em todas as suas vertentes. apenas recusa qualquer Deus em particular distinto do todo que ele venera e respeita como sagrado. Isto é que próprio de um ateu religioso ou panteísta naturalista.

Lucabi Brasil disse...

Porque não fazer do ateísmo uma religião?, O que impede de se propagar verdades ao povo!
Fogo contra fogo!
Vamos montar uma igreja!
Pastores da descrença!
Quem se habilita?

Eduardo Riella disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jaciara da Silva disse...

Parabéns pelo blog!

Achei o texto bem lúcido e imparcial.

carlos paulista disse...

sou cristão,mas parabenizo o autor da materia pela sua sinceridade em ver ambos os lados(religião e ateismo) como preferencia de alguem,e não motivo para brigas,preconceitos e tantas barbaridades que vemos em outros blogs...eu tambem penso assim,cada um escolhe o caminho que acha que deve seguir,pois temos liberdade para isso e quando houver choque de ideias,que só fique nas ideias,e que não haja choque pessoal,pois educação e simpatia é dever,tanto de ateus quanto de religiosos!

pesquisadorteorico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pesquisadorteorico disse...

Manifestações religiosas são aquelas que têm por base a crença na existência de um mundo sobrenatural. As religiões podem diferir muito umas das outras, porém, para ser uma religião tem que ter aquela crença. As Pessoas que referiste no artigo são activistas e a sua actividade é ligada às religiões, porém, não pode ser jamais considerado um fenómeno religioso. Para ser um fenómeno religioso tem que ter como uma das causas a crença na existência do tal mundo sobrenatural. A actividade dessas pessoas destina-se a uma coisa deste mundo: As religiões, não ao mundo por elas mencionadas.
Outra coisa, não existem tipos de ateísmo. Uma pessoa é ateia ou não é. Um ateu pode elaborar uma doutrina tendo o ateísmo como um dos princípios ou ser um activista contra as religiões como Richard Dawkins; porém, nada disso é ateísmo. Ateísmo é a negação da existência de divindades e ponto final.
Os que chamaste de ateus religiosos não vêm Dawkins como um messias, pois um messias seria alguém com ligação a um deus no qual se deve crer sem fazer perguntas e sem evidências. Dawkins é visto como alguém deste mundo e as suas ideias não são para serem aceite sem questões e sem evidências. Ele é apenas um bom exemplo para eles pela sua actividade, não por entender mais de ateísmo do que qualquer outro ateu do ponto de vista que um sacerdote percebe mais do que um leigo acerca de uma religião. É um absurdo falar de alguém entender mais do que outro acerca de uma crença. Crença ou se tem ou não. Muitos deles também vêm um ateísmo combativo como uma forma de bazofiar algo que não são: Superiores a nível do conhecimento. Tentam impor a ideia da sua superioridade de, pressupostamente, ver mais longe que aqueles. Um religioso para se tornar ateu não tem que vencer a ignorância, ele não se torna mais inteligente ao se tornar ateu, apesar de, o conhecimento ser uma arma de grande valor nessa luta. Ele tem que vencer a maior arma das religiões: O medo. Ele se torna mais livre e sem a opressão daquele sentimento usado pelas religiões.
P.S Muita gente não vai discordar por eu dizer que ateísmo é crença. Ateísmo é tão crença como acreditar que o fogo queima ou que a água mata a sede. O que ela não é, é uma crença religiosa pois essas dizem respeito a coisas de outro mundo, o ateísmo diz respeito a uma coisa deste mundo: As crenças religiosas.

proteus_vinicius disse...

Neo-ateus têm basicamente as seguintes características estranhas:

- Odeiam a Bíblia e sabem muito pouco sobre ela e menos ainda sobre o que os religiosos pensam dela.

- Odeiam a religião e sabem tanto sobre ela quanto eu sei sobre sânscrito.

- Rotulam e estigmatizam todos os religiosos, colocando a pecha de fanáticos, infantis e idiotas em toda e qualquer pessoa que tenha uma religião qualquer.

-Confundem todas as religiões com cristianismo e islamismo.

-Não acreditam nos santos católicos, mas idolatram alguns "santos" ateus como Dawkins.

- Acham que o mundo se tornaria uma utopia cor-de-rosa se de repente todas as religiões sumissem, pois todo religioso é hipócrita, cego e imoral e todo ateu é um gênio da bondade suprema.

- Possuem um ego absurdamente inflado, um narcisismo descomunal.

Sinceramente, não há nada mais imbecil do que criar uma espécie de fundamentalismo ateu.

João disse...

Teístas ignorantes adoram falar que os Ateus estão virando religião com argumentos espafúrdios como é o caso desse blog.... Mas isso não importa...

João disse...

PS.: Fundamentalismo ateu não existe... Eu não vou explicar... vcs que vão atrás de informação.... Vou viver o mundo real agora.... e não tem nenhum deus lá... somente um lindo dia.... e a liberdade...

Big Lui disse...

"Fundamentalismo ateu não existe..."

Aham Claudia, senta lá!

Miriette Le Fay disse...

Ateísmo Religioso? Obviamente que não sabes o que é religião/ ateísmo e primeiro devias dedicar-te a compreendê-la. Começas o teu texto dizendo "Paradoxal?" Vais ter de me desculpar não à nenhum paradoxo mas sim falta de inteligência por tua parte. Queres criticar os Ateus e dizer o quanto os odeias? Então aprende sobre eles primeiro. Ateísmo pressupõe a ausência na crença de Deus e não de religião. À Ateus religiosos. Existe religiões na qual não é necessário ou não se acredita em Deus. Exemplo:. Budismo, Espiritismo, Raelianos, etc. Segundo. Só por haver ateus que defendam as suas opiniões , de uma forma boa nalguns casos noutras de uma forma não tão correcta até porque as pessoas são tão diferentes isso não significa uma religião. Agora sempre que disseres algo que eu não gostar eu vou dizer que faz parte da tua religião. Da próxima vez que um católico matar também vou dizer que isto faz parte da sua religião. Isto é um absurdo! "Religião é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e os valores morais." (Tirado do wikipédia. Isto é que é religião.
1 – Forte aversão a Bíblia: tu é que estás obscecado com a bíblia. Quanto a mim não tenho qualquer problema com ela desde que não me obriguem a jurar sobre ela. Para mim a bíblia não é mais importante que outro texto sagrado de outra religião. Claro que não dispenso uma boa discussão de religião baseado em texto religiosos mas apenas com pessoas que estejam dispostas a discutir. Não à mal nenhum em filosofal nem acho que se deva receber pena de prisão por se dizer as sua opiniões. Portugal costuma ser um país de liberdade de expressão.
2 – Forte aversão à religião. A mim parece-me que tu é que acreditas que todo o mal vem do Ateísmo.
3 – Forte apego a Richard Dawkins: Talvez devesses ler os seus livros para aprender uma coisa ou duas.
4 - O darwinismo como fenômeno ateísta: Darwin era Ateu, para meu grande orgulho. As ideias que as pessoas inventam para dizer que a religião pode ter influênciado o processo de criação não só são altamente prováveis como foram conjecturadas baseando-se num conceito pré-concebido. Em vez de fazer como a ciência e partir do nada para encontrar uma resposta estas pessoas partem da ideia absoluta que Deus existe e dos argumentos que devem tentar arranchar para o provar, sem nunca o ponderar que a premissa pode estar enganada.
Gostava de pensares um pouco mais antes de ofenderes pessoas e para a próxima providenciasses argumentos mais plausíveis e que não visam magoar um grupo em concreto com ideias preconceituosas.

Big Lui disse...

Ha! Ha! Ha! Depois desse comentário de Miriette Le Fay, o texto está mais que validado. Fico admirado que existem ateus, que geralmente gostam de vomitam que racionais e mais inteligentes, não conseguem entender o texto bem simples e que só mostra o óbvio.

O ateu do blog lembra os poucos cristãos que escreve duras críticas a sua crença e é logo taxado de imbecil, idiota... pelos outros seguidores de cristo. Um exemplo assim é Leonardo Boff, que dizem que foi até excomungado pela igreja católica.

Os ateus que critica essa postura dos ateus militantes é logo de taxado de imbecil, que não é ateu de verdade e por aí vai... é como tivesse uma série de etapas para se tornar um ateu.

Aqui um vídeo interessantes sbre o tema:

http://www.youtube.com/watch?v=mTifdbl9l28&feature=youtu.be&t=5m17s

PS: Aho que vou criar um movimentos dos sem time de futebol, pois eu quero ter o meu direito de não torcer para time algum respeitada.

Ser Humano disse...

Nunca vi tanta gente BURRA no mesmo lugar!!!!!!
Não são capazes de escrever uma frase com português correto. AINDA SE ACHAM FILÓSOFOS!?!? kkkkkkkkkk
Lamentável e desprezível... tenho nojo de ser chamado de ser humano vendo a miséria que vocês são.

Big Lui disse...

Pois eu, caro "Ser Humano", tenho mais nojo de gente que se preocupa mais com os erros de português dos outros do que a ideia em si.

Geralmente gente assim não tem bons argumentos e se vale de ridicularizar para se sentir superior... lamentável isso.

zero disse...

infelizmente esse texto é identico a critica religiosa ao ateismo, vc usou os mesmos comentarios e tentativa que os religiosos usam ao tentar criar um ateismo religioso, duas palavras que não sobrevivem na mesma frase, como pode existir ateismo religioso??? rsrsrs só essa denominação ja é ridicula... são coisas opostas... esse termo costuma ser usado pelos religiosos pra tentar dizer que o ateimso na verdade é fanatico tanto quanto uma religião e portanto tão ruim e nao oposto...

os ateus escondidos atras dos blogs e armarios um dia se sentirão seguros pq alguem teve coragem de defender seus direitos e existencia sem discriminação, como richard dawkins e cia...

Big Lui disse...

Resumindo o que Zero disse: Somos a salvação da humanidade.

Bem, onde já vi isso? Igrejas Neopentecostais no início desse século? Revolução Carismática dos católicos ou seria a onda Nova Era dos anos 90?

Ah! Quem sou eu para poder comparar esse "formidável" ateísmo militante com esses modismos existencial de quinta. Afinal, parodiando Sartre: O errado são os outros.

Big Lui: Ateu: O Modismo do Momento

Unknown disse...

Olá - tenham todos, boa saúde, conforto e bem estar ... !!!

Na minha opinião, alguns "cépticos" & "ateus", laboram num tremendo mal entendido, quanto ao autêntico significado da palavra religião e religioso.

Existe há mais de 150 anos uma religião denominada de religião da Humanidade: fundada por Auguste Comte, um filósofo e sociólogo francês e militante ateista consumado.

amigavelmente - artur

Belo monte fort Xingu disse...

agora se vcs estiverem erados em!?
se DEUS EXISTIR VCS ESTÃO NO SAL!
EU SOU EVANGELICO, ACREDITO EM DEUS! VIVO PARA ELE E PARA OU OUTROS, QUANDO MERRER VOU ESTA COM ELE... agora se ele nao existir vivi bem comigo mesmo e com os outros ao meu redor.
por que DEUS EXISTE e o inferno tbm, e esses estao esperando pessoas que estao contra DEUS.
DEUS abençoe vcs... maior ateu que o apostolo paulo nao tinha. e veja no que DEUS o tornou, muito ateus iguais a vcs estao na minha igreja hoje e eles são umas benção para os outros. vcs vam mudar de opinião ainda. ao vai la pra BAIXO e eu nao quero isso pra vcs...

Lucabi Brasil disse...

Etapas para se tornar um Ateu?
Quem disse que estas não existem para os que tinham uma fé enraizada?
Causa efeito, efeito se torna causa e assim por diante até que você se da conta que o processo de transformação ocorre, é assim!
O Neo-Ateísmo é uma posição assumida de defesa, natural a quem após exaustivos trabalhos na busca de provas se da conta de uma única realidade, a Razão!
Esta, me desculpem, só um Ateu compreende!

Bruno Benício disse...

Concordo com o Luiz, se o raciocínio do texto está correto, o neo-ateísmo é uma religião e a religião é uma coisa perniciosa e nefasta. Então o próprio autor já admite que a religião não é coisa boa. exatamente a opinião dos ateus.
Sobre o restante:
Colocar Nietzche como "representante do antigo ateísmo" como se o antigo não fosse militante e o atual fosse já foi contraditório. Nietzche era um ateu omisso como a ideia que vocês querem defender? e os outros? também? Brincadeira né?
Falou de Dawkins como primeiro, esquecendo-se que ANTES houve Christopher Hitchens, que representa muito mais o ateísmo militante.
Faz crer que os ateus ficam estudando somente contradições da bíblia enquanto se fala de imoralidades, inverdades, erros históricos, geográficos e mentiras. fala-se de ciência, de origem do universo, de evolução e um universo enorme de coisas que refutam essa mitologia. Pura falácia.
1- "ignoram a beleza poética de muitos livros bíblicos, como "Cânticos dos Cânticos"" - belo exemplo, alguns versos parecem mais cantadas de "funk bíblico": Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó meu amor.... Poemas quase eróticos que nada contribuem para a moralidade ou para se chegar a qualquer verdade. Existem MILHARES de filosofias melhores e mais admiráveis que não são valorizadas; Outra coisa, nos Cânticos, não há Deus, já notou?
2- não conseguir ver é uma coisa, fazer apologia porque há mais coisas negativas é outra.
"3 – Forte apego a Richard Dawkins:
Embora haja muitas exceções, os novos ateus religiosos mantêm um vínculo afetivo muito forte com esse ideólogo, vendo nele uma espécie de messias" - Viajou feio.. Qualquer um que passe uma vista nas páginas ateístas verá pouca coisa dele, o que já mostra a mentira.
"4 - O darwinismo como fenômeno ateísta:
Os ateus religiosos normalmente confundem o darwinismo como um fenômeno tipicamente ateísta. É por isso que a maioria deles não consegue manter uma postura amigável com os chamados evolucionistas teístas, esses da linha de Francis Collins. " - Francis collins admite a evolução exatamente como a ciência teoriza. Ele só coloca deus para a "lacuna" fora de sua especialidade, como faz todo cientista religioso mais sério. ( muito poucos)

Leo Inacio Kaiser Neto disse...

Não sou nada, só um cristão, mais tem uma questão:
De Lúcifer é o pai da mentira, quem garante q ele não faz a gente acreditar q ele é o Deus e q quem a gente julga é Deus, quem garente de q a bíblia não é mais uma farça dele, q estamos acreditando na mentira, vai saber, Lúcifer pode ter entrado nos discípulos d Deus e eles podem ter escrito a Bíblia da maneira q ele quis .

Leo Inacio Kaiser Neto disse...

Não sou nada, só um cristão, mais tem uma questão:
De Lúcifer é o pai da mentira, quem garante q ele não faz a gente acreditar q ele é o Deus e q quem a gente julga é Deus, quem garente de q a bíblia não é mais uma farça dele, q estamos acreditando na mentira, vai saber, Lúcifer pode ter entrado nos discípulos d Deus e eles podem ter escrito a Bíblia da maneira q ele quis .

Victor Pereira disse...

Li "Deus, um Delírio" de Dawkins e não encontrei um pingo de "religião ateísta". Estão buscando chifre em cabeça de cavalo.